Prefeitura participa de protesto, mas não fechará

Economia
Ferramentas
Estilo

São Miguel do Iguaçu - PR - Nesta segunda-feira, dia 21 de setembro, as 399 Prefeituras do Paraná irão protestar contra a grave crise financeira enfrentada pelos municípios, em virtude da queda de 38,07% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). São Miguel do Iguaçu vai participar do movimento mas não haverá interrupção no atendimento. Conforme a AMP - Associação dos Municípios do Paraná e AMOP - Associação dos Municípios do Oeste do Paraná, as prefeituras podem se manifestar como preferirem, ou seja, fechar a prefeitura durante o dia, encerrar o atendimento mais cedo, ou então realizar atendimento normal.

De acordo com o Secretário de Administração, Valdecir Lago, São Miguel do Iguaçu já está tomando as medidas necessárias em relação ao FPM. “Uma das primeiras medidas foi o decreto que estabelece limitações de empenho no âmbito do Poder Executivo do Município, sendo este, um equilíbrio financeiro, haja visto as obras do Hospital e Maternidade Municipal, UPA, reforma do Paço Municipal e, as contrapartidas que são de obrigação do município. A segunda motivação é a queda da arrecadação. E terceira, é que a prefeitura precisa efetuar alguns concursos, entre eles o de médico que será lançado em breve”, explica Valdecir.

Porém o secretário ressalta que o Município não está com contas atrasadas e nem com dificuldade financeira, mas é necessário conter alguns gastos.  Sendo assim, a Prefeitura de São Miguel do Iguaçu não irá fechar as portas no dia 21 de setembro. “Já decretamos ponto facultativo para dia 28, em virtude ao Dia do Padroeiro da cidade, São Miguel Arcanjo, comemorado no dia 29 de setembro, terça-feira. Mas, nós iremos demonstrar o descontentamento da maneira em que está sendo tratado o repasse tão importante para os municípios”, finaliza Valdecir.

Redação com AI - Foto: Divulgação 

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar