Prefeitos assinam parceria inédita para o aproveitamento de asfalto em desuso

Política
Ferramentas
Estilo

Santa Tereza do Oeste - PR - Os prefeitos de Cascavel, Edgar Bueno, e de Santa Tereza do Oeste, Amarildo Rigolin, assinaram um termo de compromisso inédito na manhã desta terça-feira (15), com a anuência do superintendente regional do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre), José da Silva Tiago. Eles acordaram em dividir em partes iguais o material pétreo (pó de pedra, brita, rachão, pedras e capa) localizado em uma extensão de aproximadamente 1,5 mil metros nas proximidades do antigo trevo da BR 163 que dá acesso aos dois municípios.

Esse material estava em desuso desde 2013, quando foi inaugurado o novo viaduto de acesso à rodovia.

O ato foi celebrado com a presença de diversas autoridades, como a do vice-prefeito Maurício Theodoro, o coordenador regional do Governo do Estado, Severino Folador, vereadores, secretários municipais e outros.

Prefeitura de Santa Tereza do Oeste vai utilizar o material em um loteamento que oferece lotes a R$ 1,00 o metro quadrado e onde hoje não há asfalto.

“Isso é bom para Santa Tereza do Oeste e Cascavel, mas especialmente mostra que, unidas, as prefeituras podem colaborar mutuamente, usando criatividade e bom senso”, observou o prefeito Amarildo Rigolin.

“Isso chama-se responsabilidade com o dinheiro público. Inteligentemente, as duas prefeituras encontraram uma saída adequada a um produto de alto valor agregado e sofreria ao longo do tempo com a degradação.

Outros exemplos de abandono podem se inspirar nesta ação, como uma área localizada nas proximidades de Capitão Leônidas Marques, onde há um trecho abandonado há mais de dez anos e está se deteriorando”, observou Severino Folador.

Por Agência Vista - Foto: Divulgação

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar