Cooperativa Lar faturou R$ 4 bilhões em 2015

Economia
Ferramentas
Estilo

Medianeira - PR - O Jornal do Iguassu acompanhou a última assembleia geral da Cooperativa Lar, realizada em Medianeira, com a presença de mais de 400 associados, quando foi aprovado o relatório e o balanço do exercício de 2015 por unanimidade de votos.

As contas da Lar já eram de conhecimento da maioria dos associados em função da realização das 23 pré-assembleias nas unidades da Lar no PR e MS. A cooperativa apresentou um faturamento R$ 4,05 bilhões, o que representa um crescimento de 31,15% em relação ao ano de 2014.  

Os resultados financeiros, na ordem de R$ 74,4 milhões, serão divididos entre os 9.900 produtores associados, considerando as sobras (R$ 21,4 milhões), bonificações (R$ 18,15 milhões), jubilados (R$ 2,7 milhões) e conta capital (R$ 32,15 milhões). 

DESEMPENHO

A recepção de soja, nos silos e armazéns, teve um crescimento de 17,8%, chegando a um volume superior a 1 milhão de toneladas; o milho teve o recebimento de uma safra de 1,5 milhão de toneladas, ou um aumento de 22,7% em relação a produção de 2014. Na pecuária, exceção à atividade leiteira, com uma queda de 10%, resultado atribuído à greve dos caminhoneiros em abril de 2015, no entanto, tanto na avicultura, bem como na suinocultura, o crescimento foi altamente significativo. O número de frangos abatidos na Unidade Industrial de Aves teve um aumento de 20,7%, o correspondente a 84 milhões de aves; na base, o número de avicultores saltou para 835, um acréscimo de 19,8%. 

O diretor-presidente da Cooperativa Lar, Irineo da Costa Rodrigues, destacou que os resultados foram possíveis "graças ao planejamento e estruturação da Cooperativa, com uma gestão mais profissional e investimentos maciços nas pessoas, com associados que empreendem com tecnologia e profissionalismo, e com funcionários dedicados e mais preparados". 

IRINEO COSTA RODRIGUES. “resultados foram possíveis graças ao planejamento

Redação com AI - Fotos: Divulgação

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar