Ação cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Ibaiti, Londrina e Faxinal

Segurança
Ferramentas
Estilo

LONDRINA - PR - Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira, 6 de setembro, a Operação Transbrasiliana, coordenada pela 2ª Promotoria de Justiça de Ibaiti, com o apoio da Equipe de Inteligência da Polícia Militar. A ação, que movimentou mais de 50 policiais, resultou no cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão em Ibaiti, Faxinal e Londrina.

O objetivo foi combater o tráfico de drogas e roubos a postos de combustíveis e instituições financeiras no Norte do Paraná. A operação foi precedida de oito meses de investigações realizadas pelo Ministério Público do Paraná em Ibaiti, em conjunto com a Equipe de Inteligência local da Polícia Militar. Durante o cumprimento dos mandados, houve a apreensão de armas e de quantidade expressiva de drogas.

Um detento da Penitenciária Estadual de Londrina era o chefe da organização criminosa. Por telefone, ele coordenava a prática dos crimes em diversas cidades, numa rede estruturalmente organizada e com clara divisão de tarefas, usando vários comparsas, inclusive alguns adolescentes.

O nome da operação está vinculado ao local dos postos de combustíveis alvos dos criminosos, localizados na Rodovia Transbrasiliana, bem como à rota usada pela organização criminosa para praticar os crimes nas diferentes cidades.

Foto: Arquivo PMPR

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar