Operação conjunta resulta na apreensão de emulsões de explosivos, armas de fogo e munições

Segurança
Ferramentas
Estilo

PARANÁ - BRASIL - A Polícia Militar do Paraná, em conjunto com Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) de Santa Catarina, desencadeou a Operação Integração que resultou na apreensão de 80 quilos em emulsões de explosivos, armas de fogo, munições e documentos relacionados a organização criminosa. As ações, que ocorreram nesta quarta-feira (02/08), resultaram também em 13 pessoas presas.

De acordo com informações do setor de Relações Públicas do 17º BPM, a operação tinha como intuito coibir ações criminosas em estabelecimentos bancários nos dois estados. As atividades foram feitas pelo 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), e pela Companhia de Operações com Cães (COC) do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), que cumpriram 33 Mandados de Busca e Apreensão em residências.

No Paraná as equipes atuaram nos municípios de Fazenda Rio Grande, Araucária, Pinhais, Tijucas do Sul, Quitandinha e Curitiba. Já em Santa Catarina as ações aconteceram em Água Doce, Calmon, Rio Negrinho, Brusque, Navegantes, Brusque, Itapema, Balneário Camboriú e Camboriú. Ao todo, 13 pessoas foram presas.

Os policiais apreenderam 80 quilos em emulsões de explosivos; três fuzis calibre 5.56; um fuzil calibre 7.62; uma submetralhadora HK calibre 9mm; uma espingarda calibre 12; duas pistolas; um revólver calibre 38; uma espingarda calibre 22; 95 quilos de emulsões de explosivos; 1,5 mil munições calibre 5.56; 310 munições calibre 7.62; quatro munições calibre .50; seis munições calibre .38; três coletes balísticos; aparelhos celulares e documentos relacionados a organização criminosa.

OPERAÇÃO – A Operação Integração, que durou em cinco meses, iniciou-se a partir do levantamento de informações relacionadas ao crime de organização criminosa voltada a prática de roubos e furtos qualificados, praticados por autores fortemente armados, mediante uso de explosivos, conhecidos vulgarmente por caixeiros. As ações uniram os esforços dos órgãos responsáveis pela Segurança Pública do Estado de Santa Catarina e Paraná.

Reportagem: Marcia Santos, Colaboração Mahara Paola – Auxiliar de Comunicação
Foto: 17º BPM

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar