Batalhão da PM recebe feira de serviços UPS Cidadania e atende milhares de pessoas na RMC

Segurança
Ferramentas
Estilo

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - PR - O município recebeu mais uma edição da feira de serviços UPS Cidadania, a qual é organizada pela Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos em parceria com a Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Militar do Paraná. acontece nos dias 26, 27 e 28 de julho na sede do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), foram disponibilizados vários serviços gratuitos à comunidade.

A expectativa é de que ao final dos três dias de evento mais de 15 mil pessoas tenham sido atendidas. “Nosso objetivo é facilitar a vida do cidadão e assim descentrar o serviço do estado, ao mesmo tempo que ficamos mais próximos da comunidade. Este programa é um sucesso e tem tido uma procura muito grande, por isso ampliamos de forma significativa as ações para atender mais pessoas”, destacou

“O Governo do Estado está focado na população com vulnerabilidade social que precisa realmente de documentação e da ajuda em outros serviços. Optamos por fazer dentro do batalhão da PM para aproximar ainda mais a corporação da comunidade. Tivemos o registro de aproximadamente 450 documentos feitos em um único dia”, explica a Assessora Tecnica da SEJU, Ketlen Ferreira.

Muitas pessoas aproveitaram as férias escolares para fazer os documentos das crianças, como é o caso da Isabel de Andrade que mora no Bairro São Pedro. “Eu fiquei sabendo do evento e como tinha que fazer o RG para os meus dois filhos aproveitei o momento. Achei a feira muito importante para termos acesso a vários serviços, além das atrações e recriações disponíveis também pude conhecer o quartel da PM”, disse.

“Abrimos as portas do batalhão para que a comunidade fizesse vários serviços e recebesse orientações sobre questões jurídicas, dentre outras atividades. Notamos que estas pessoas realmente necessitam desse apoio e a nossa participação tem como essência o policiamento comunitário. Nossos policiais militares estão trabalhando e ajudando nesse evento para mostrar à população que queremos estar mais próximos”, afirmou o Comandante do 17º BPM, tenente-coronel William Kuczynski.

Para o morador do bairro Afonso Pena, Luiz Gustavo, foi até a feira para fazer a carteira de identidade. “Vim especificamente para fazer o RG, porque pelo site não consegui horário. É uma ótima iniciativa que deveria acontecer mais vezes”, disse. No evento houve a disponibilidade de serviços públicos gratuitos como a emissão de RG, qualificação profissional, orientação jurídica, tarifas sociais de água e luz, informações sobre saúde, vacinação, assistência social, educação, cultura e lazer, Nota Paraná e questões de trânsito com o Detran.

A Polícia Militar, além de participar da segurança e organização do evento, também montou estandes para expor os materiais e equipamentos das unidades especializadas. Participaram do evento o Corpo de Bombeiros, a Companhia de Operações com Cães (COC) do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o Regimento de Polícia Montada (RPMon) e o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Durante a feira de serviços as crianças puderam se divertir nos brinquedos infláveis, piscina de bolinha, cama elástica e nas atividades lúdicas, bem como participaram de uma aula de capoeira e conheceram uma oficina de robótica com sucata. Os presentes também puderam assistir uma apresentação da Banda de Música da PM que abrilhantou ainda mais o evento. “Tivemos uma média de 3,5 mil cadastros por dia no evento que contou com uma somatória de esforços para que a sociedade saiba que estamos todos juntos em prol na segurança pública”, finalizou o tenente-coronel Kuczynski.

Reportagem: Marcia Santos
Foto: Arquivo PM

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar