Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão e prende três pessoas

Segurança
Ferramentas
Estilo

MARINGÁ - PR - O grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, prendeu em flagrante na manhã desta terça-feira (11) três pessoas pelos crimes de associação criminosa e receptação dolosa qualificada. As prisões foram consequência da Operação Roma, voltada a desarticular associação criminosa envolvida com receptação e adulteração de veículos pesados.

Foram cumpridos, na operação, cinco mandados de busca e apreensão em Maringá e Sarandi, expedidos pela 3ª Vara Criminal de Maringá. Um dos locais de busca é um barracão alugado por um dos empresários investigados, no qual foram encontrados um caminhão proveniente de crime e diversos motores de caminhões com sinais de adulteração, o que gerou as prisões em flagrante.

As investigações começaram em novembro de 2016, levantando vários indícios de que a organização criminosa era especializada na receptação e adulteração de veículos pesados.

Reportagem: Ministério Público do Estado do Paraná 
Foto:
Fotos Públicas

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar