39 presos fogem da cadeia superlotada de Marechal Cândido Rondon

Segurança
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU – Pelo menos 39 presos – alguns de alta periculosidade – fugiram da cadeia de Marechal Cândido Rondon na manhã desta segunda-feira (31). Até as 12 horas nenhum havia sido recapturado. A fuga foi constatada pela carceragem da Polícia Civil. Depois de fazer um buraco em uma das paredes da cela, os detentos conseguiram fugir, tendo acesso a um terreno ao lado da cadeia.

Logo após perceber a fuga, equipes da Polícia Civil e Militar de Marechal Rondon foram mobilizadas na tentativa de localizar os fugitivos. Para evitar novas fugas, os presos remanescentes foram colocados em um compartimento conhecido como “Gaiolão”.

Como todas as cadeias do Paraná, a de Marechal Rondon está superlotada.  Ela foi construída para abrigar 19 presos. No momento da fuga estavam detidos no local mais de 140.

Veja a lista dos fugitivos:

  1. Ademar Fritsch
  2. Ailton de Andrade
  3. Anderson Fritsch
  4. Andrey Felipe Vier de Camargo da Cruz
  5. Charles Roberto Alves
  6. Diego Edson da Silva de Oliveira
  7. Eduardo Batista
  8. Everson Douglas da Silva Rieger
  9. Erick Johnatan Brodoswki Pereira
  10. Fábio Alex dos Santos
  11. Fábio Gonçalves da Silva
  12. Felipe Ricardo Ferster Cardoso
  13. Gilberto Chechia
  14. Jackson da Silva Lima
  15. Jaime Gomes da Silva
  16. Jeferson Ramos da Silva
  17. Jeferson Rodrigues Schulz
  18. Jhyovany Matheus Rigolin
  19. Jocemar Teixiera dos Santos
  20. Joel Encina Marias
  21. Jhonatan Cordeiro
  22. Josemar Galvão
  23. Kereison de Almeida Leoblein
  24. Lucas dos Santos Neumann
  25. Lucas Vilson Horst
  26. Luiz Carlos Sozo
  27. Maiko Rodrigo Schell
  28. Marciano Vargas Lopes
  29. Michel Rodrigo Schneider
  30. Nelson Cardoso
  31. Paulo Cesar de Jesus Roso
  32. Rafael Fülman da Silva
  33. Ricardo Manelasque
  34. Roberto Verdan Fonseca
  35. Rodrigo Cesar da Silva
  36. Rodrigo de Souza
  37. Rodrigo Miranda Soares
  38. Samuel Fernandes Guimarães
  39. Tiago de Azevedo Peres.

Foto: Jornal Tribunal Popular

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar