Governo e empresários têm rodada de negócios entre Paraná e Japão

Economia
Ferramentas
Estilo

CURITIBA - PR - Representantes do Governo do Estado e empresários do Japão fazem nesta terça-feira (29) mais uma rodada de negociações como parte do encerramento da 20ª Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão. De acordo com Adalberto Netto, presidente da Agência Paranaense de Desenvolvimento (APD), a intenção é intensificar a atração de investimentos japoneses no Estado.

O encontro inclui reunião com o banco Mizuho, terceiro maior do Japão, que desde 2015 tem um acordo para assessorar investimentos de médias e grandes empresas japonesas no Paraná. “O Paraná tem uma posição privilegiada na atração de investimentos do Japão”, diz Adalberto Neto. O encontro é organizado pela Confederação Nacional de Indústria (CNI) e a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), em parceria com a sua congênere japonesa a Keidanren.

Para o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, o Paraná é importante não só na esfera política, mas também na econômica. Os japoneses têm interesse em vários setores do Estado, como infraestrutura, agricultura e automobilismo. De acordo com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão, a presença de empresas japonesas no Paraná mais que dobrou desde 2011. O Japão ocupa a 10ª colocação entre os principais destinos de exportação do Paraná. De janeiro a julho, o Estado exportou US$ 205,9 milhões para os japoneses, 4% mais do que no mesmo período do ano passado.

PARCERIAS – A 20ª edição da reunião de cooperação entre Brasil e Japão cumpriu agenda extensa de debates para estimular o comércio e investimento bilateral. No evento são analisados os cenários econômicos de Brasil e Japão, possíveis medidas de melhora do ambiente de negócios e oportunidades nos setores de infraestrutura, energia e agronegócio.

Foto: GEPR

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar