Solenidade da Polícia Militar abre a Semana da Pátria no Paraná

Comportamento
Ferramentas
Estilo

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - PR - O Governo do Estado abriu nesta sexta-feira, 1º de setembro, as comemorações da Semana da Pátria, que marca os 195 anos da Independência do Brasil. A solenidade foi realizada pela Polícia Militar do Paraná, na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Houve acendimento do Fogo Simbólico da Pátria e a formação da tropa. Alunos e professores de escolas estaduais e municipais de Curitiba participaram.

As celebrações, organizadas pelo Governo do Estado em parceria com as Forças Armadas, se encerram no dia 7 de setembro, com o desfile cívico-militar da Independência. A Semana da Pátria, afirmou comandante-geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato, fortalece a união entre as forças de segurança e a sociedade civil. “Nos unimos para marcar de modo permanente nosso respeito e amor à pátria. Durante esta semana levamos à comunidade os valores que alimentam nossas instituições”, disse ele.

A tropa em forma, comandada pelos cadetes da Polícia Militar, foi composta por pelotões da escola de oficiais, do Colégio Militar de Curitiba, do Colégio da Polícia Militar e por nove escolas da rede pública estadual e municipal de Curitiba e Região Metropolitana.

Para o comandante do 5a Divisão do Exército, general Lourival Carvalho, a Semana da Pátria deve ser um momento de reflexão sobre a história do Brasil. “Nesse espaço de tempo devemos exercer ainda mais o nosso civismo e patriotismo e relembrar fatos importantes da história nacional”, afirmou.

FOGO SIMBÓLICO – A pira foi acessa pelo cadete da Polícia Militar João Ferreira, acompanhado por atletas da PM que participaram da 80ª edição da Corrida do Facho. A chama, que veio de Brasília, permanecerá acessa durante a semana e será distribuído para todos os municípios do Estado.

“O Fogo Simbólico da Pátria representa a esperança de manter vivo o respeito à nação e o culto à independência, que é a nossa maior conquista”, afirmou o coronel Maurício Tortato. O Fogo Simbólico foi idealizado por um grupo de patriotas em 1938. A ideia foi acolhida pela Liga da Defesa Nacional e, desde então, a cerimônia do fogo simbólico abre a Semana da Pátria.

DESFILE – O desfile cívico-militar de 7 de setembro, em comemoração aos 195 anos da Independência do Brasil, acontece na quinta-feira, na Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico, a partir das 9h. Os pelotões de estudantes foram compostos pelos integrantes do colégio estadual Newton Ferreira da Costa, do colégio estadual Santa Rosa, do colégio estadual Ivo Leão, do colégio estadual Elza Scherner Moro, da escola estadual Godofredo Machado, do colégio estadual Prof. Lindaura Ribeiro Lucas, do colégio estadual Genésio Moreschi, do colégio estadual Luiz Sebastião Baldo e do colégio estadual Tenente Sprenger.

PRESENÇAS – Participaram da abertura da Semana da Pátria os comandantes da 5a Região Militar, general Aléssio Oliveira da Silva; da Artilharia Divisionária da 5a Divisão do Exército, Rodrigo Pereira Vergara; do Cindacta II, coronel-aviador Álvaro Wolnei Guimarães; o chefe da Casa Militar, coronel Élio de Oliveira Manoel; a chefe do Estado-Maior da Polícia Militar, coronel Aldilene Rosa; o subcomandante da Polícia Militar, coronel Arildo Luís Dias; o comandante do Corpo de Bombeiros, Fábio Mariano de Oliveira, e o vice-presidente do Diretório Regional do Paraná da Liga de Defesa Nacional, Coronel Antônio Carlos Figueiredo.

PROGRAMAÇÃO – A Liga da Defesa Nacional convidou representantes de todos os municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) para receberem na próxima segunda-feira (04/09) a Centelha do Fogo Simbólico da Pátria. A entrega será feita no Círculo Militar (Largo Bittencourt, nº 187 - Centro de Curitiba) às 16h. Em cada cidade está prevista a realização de um evento para marcar a chegada da centelha.

Reportagem: AEN
Foto: Soldado Levi Junior

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar