Estado repassou quase R$ 170 milhões para rodovias municipais

Geral
Ferramentas
Estilo

CURITIBA - PR - O Governo do Paraná investiu, desde 2011, aproximadamente R$ 170 milhões em reforma de ruas e de rodovias municipais. O programa desenvolvido pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística é um apoio para melhoria e manutenção de estradas e vias que são de responsabilidade das prefeituras.No total, 257 convênios foram firmados com 173 prefeituras de todo o Paraná.

Os recursos são destinados à recuperação de asfalto, aplicação de pavimentação poliédrica e de sextavados (lajota) em vias municipais. Entre os convênios está o firmado com Curitiba, no dia 02 de agosto, de R$ 29,5 milhões, para pavimentação de ruas de vários bairros de Curitiba. Neste tipo de contrato, são exigidas contrapartidas das prefeituras mas a maior parte do investimento é feita pelo Estado.

“A gestão do governador Beto Richa é uma gestão municipalista e na área da infraestrutura não é diferente, damos prioridade total no apoio às prefeituras”, diz o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

FUNDAMENTAL - Atualmente, Cianorte, no Noroeste, se beneficia do maior convênio em execução no estado. A rodovia municipal Vereador José da Silva, que liga a zona urbana ao distrito de Vidigal, está sendo revitalizada em seus 11,44 quilômetros. O convênio tem um valor total de R$ 2,86 milhões, sendo que R$ 2,16 milhões são recursos próprios do Estado.

“Essa é uma obra fundamental para o nosso município. Sem o apoio do Governo do Estado não iríamos entregar essa revitalização”, explica o prefeito Claudemir Bongiorno. Segundo Bongiorno, a estrada é o único acesso a várias propriedades rurais e também trouxe mais conforto para comerciantes ao longo de quase 12 quilômetros.

ASFALTO – Desde 2011 estradas municipais por todo o Paraná receberam quase 470 quilômetros de asfaltamento entre recuperação e pavimentação. Também foram implementados 295 quilômetros de pavimentação poliédrica e 26,5 quilômetros de sextavados.

CONTAS EM DIA – Os convênios exigem que as cidades não possuam pendências com o Tribunal de Contas e no Cadastro Informativo Estadual (Cadin) e que cumpram com o cronograma das obras previsto nos convênios e fiscalizado por engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR).

Foto: Agência Estadual de Noticias AEN - PR

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar