Maior edificação pública do Paraná é construída em Guarapuava

Geral
Ferramentas
Estilo

GUARAPUAVA - PR - As obras da maior edificação pública em andamento no Paraná avançam em Guarapuava. Trata-se da construção do Hospital Regional do Centro-Oeste, com 16,4 mil metros quadrados de área construída. O investimento na obra é de R$ 47 milhões, com recursos viabilizados pela Secretaria de Saúde. Os seis pavimentos do hospital já foram levantados e 160 pessoas trabalham no prédio.

Todas as etapas da construção são acompanhadas e fiscalizadas por técnicos da Paraná Edificações, vinculada à Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística. A previsão é de que o hospital esteja finalizado no primeiro semestre do ano que vem. “É uma obra que impressiona pela grandiosidade”, diz o engenheiro José Luiz Cieslack, gerente do escritório regional da Paraná Edificações em Guarapuava.

Cieslack destaca que, quando finalizada, a obra terá consumido 3,6 mil metros cúbicos de concreto e cerca de 355 toneladas de aço. Na fundação foram utilizadas estacas com até 1,20 metro de diâmetro, escavadas a 13 metros de profundidade.

O hospital contará com 110 leitos para internamentos e mais 40 de UTI - dez deles de UTI infantil. No local será oferecido atendimento de urgência e emergência e a realização de cirurgias vasculares e neurológicas. A expectativa é de que o hospital possa atender 450 mil moradores dos 20 municípios da 5ª regional de Saúde.

ESPECIALIDADES - Em Guarapuava, a Paraná Edificações acompanha outra obra da Secretaria de Saúde. É o Centro de Especialidades, que ofertará consultas de diversas especialidades médicas e terá estrutura para cirurgias simples em 24 consultórios. O investimento é de R$ 9 milhões. O Centro será referência também para o atendimento da rede Mãe Paranaense na região.

O acompanhamento da Paraná Edificações indica 90% de execução da obra, que deve ser entregue em setembro. De acordo com Cieslack, a equipe de trabalho já faz os retoques finais, pintura interna e a instalação elétrica. Os aparelhos de ar-condicionado também foram entregues.

Reportagem: Agência de Notícias do Paraná
Foto: Jorge Woll

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar