Richa recebe prêmio Personalidade Destaque do Ano da Lide de 2016

Geral
Ferramentas
Estilo

CURITIBA - PR - O governador Beto Richa recebeu na noite desta terça-feira (13) a homenagem do Grupo de Líderes Empresariais (Lide). A seção paranaense do Lide escolheu o governador como Personalidade Destaque do Ano.

A premiação ocorreu em evento no Castelo do Batel, em Curitiba, com a presença de empresários e dirigentes de entidades do setor produtivo. O governador estava acompanhado da secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa.

O prêmio, que está na sexta edição, homenageia empresários e personalidades que se destacam em áreas como inovação, empreendedorismo, crescimento e responsabilidade social.

Richa ressaltou que esse é um prêmio que deve ser dividido com todos os paranaenses e é o reconhecimento do trabalho que vem sendo feito pelo Governo do Estado. “É o reconhecimento do nosso esforço em fazer o ajuste fiscal e equilibrar as contas para enfrentar essa grave e profunda crise financeira pela qual passa do Brasil”.

O governador destacou que o Paraná detém, graças às medidas de ajuste, a melhor situação financeira entre os Estados. “Enquanto muitos Estados estão atrasando salários e não têm dinheiro para pagar o décimo terceiro salário, nós fomos o único Estado a dar aumento linear para o funcionalismo, com 10,67% de reajuste. Além disso, antecipamos o pagamento do décimo terceiro, medida que permitiu injetar na economia do comércio e dos serviços R$ 2,4 bilhões, o que vai ajudar a reduzir os efeitos da crise sobre as vendas”, disse. “Tínhamos convicção, lá quando começamos o ajustes fiscal, em 2014, que seríamos os primeiros a sair da crise”, disse.

Richa-recebe-premio-Personalidade-Destaque-do-Ano-da-Lide-de-2016

Para o presidente da seção Paraná da Lide, Fabricio de Macedo, “o governo do Paraná vem mostrando uma gestão madura e consolidada para enfrentar a crise. A gente vê a situação dos outros Estados e enxerga o resultado do esforço do governo estadual para enfrentar a crise econômica”, disse. Além do governador, foram premiados os empresários Leonardo Petrelli Neto, presidente executivo do grupo Ric Paraná, o presidente da construtora Yoshii, Leonardo Yoshii, e o presidente do grupo Positivo, Helio Rotenberg.

Richa também destacou os investimentos do Governo em curso de R$ 6 bilhões nesse ano e a previsão de R$ 8 bilhões em investimentos em 2017, além da competitividade do Estado na atração de novos projetos. “Hoje temos parceria com o setor produtivo, por meio do Paraná Competitivo, programa estadual que concede incentivos e do BRDE, no apoio ao aumento da produção, além de uma infraestrutura portuária e de estradas eficientes e segurança jurídica para as empresas investirem”, afirmou.

Richa-recebe-premio-Personalidade-Destaque-do-Ano-da-Lide-de-2016

Os dois lados se acusam pelo não respeito à trégua. O chanceler russo, Serguei Lavrov, afirma que a resistência dos últimos insurgentes deve estar resolvida em dois ou três dias. Analistas europeus dizem que o regime sírio boicota a trégua por ter se sentido excluído da negociação entre a Rússia e a Turquia, protetora dos rebeldes. O governo turco acusa Damasco de impedir a saída dos civis.

Sitiados

Organizações humanitárias estimam que de 90 a 100 mil civis estão cercados em uma área de cinco quilômetros quadrados no leste de Aleppo. A Rússia diz que 360 rebeldes entregaram as armas nas últimas 24 horas e 6 mil civis, incluindo 2 mil crianças, puderam deixar a zona de guerra.

A queda de Aleppo, que marcará o fim de quatro anos de rebelião na segunda maior cidade da Síria, é vivida na Europa como um momento de incerteza. A Rússia e o Irã, aliados de Bashar Al Assad, vão celebrar um triunfo, enquanto os ocidentais terão de se resignar com o restabelecimento político e militar do ditador de Damasco. 

Foto: Pedro Ribas/ANPr

 

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar