RABAT - MARROCOS - O Marrocos apresentou oficialmente nesta sexta-feira (11) sua candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2026, anunciou a Federação Real Marroquina de Futebol (FRMF) em comunicado. A informação é da Agência EFE. A Federação apresentou sua candidatura às comissões competentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), explicou a Federação marroquina no texto.

TIANJIN - CHINA - Uma frota de 500 ônibus elétricos entrou em serviço nesta quarta-feira (4) em Tianjin, uma importante cidade industrial no norte da China. Os ônibus, resultado de uma joint venture entre a Tianjin Bus Group e a montadora chinesa BYD, têm alcance de mais de 200 quilômetros por carga ao operar em sua capacidade completa, o que satisfaz a rota diária de um ônibus, segundo Wang Deqi, funcionário da companhia de transporte urbano. As informações são da Agência Xinhua.

CIDADE DO VATICANO - VATICANO - O papa Francisco fez um apelo de paz "a todos os povos do mundo" neste domingo (25), em sua tradicional mensagem de Natal e bênção Urbi et Orbi. A informação é da Agência Ansa. Da sacada da Basílica de São Pedro, no Vaticano, o líder católico disse esperar que a "mensagem de Natal percorra toda a terra e atinja todos os povos, especialmente os feridos pelas guerras e conflitos, e que eles sintam mais forte o desejo da paz".

SUIÇA - Quase 400 crianças morrem diariamente de sarampo no mundo, apesar de a vacinação ter permitido reduzir o número de mortes em 79% nos últimos 15 anos, revela um relatório hoje (11) divulgado em Genebra, "Fazer o sarampo passar para a história não é missão impossível", disse Robin Nandy, responsável pela imunização no Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), citado num comunicado conjunto da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Unicef, da Aliança para a Vacinação (Gavi) e dos centros de prevenção e controlo de doenças dos Estados Unidos (CDCP).

HAVANA - CUBA - A Assembleia Nacional de Cuba aprovou na terça-feira (27) uma lei que impede a nomeação de ruas, praças e monumentos públicos com o nome de  Fidel Castro, de acordo com os desejos do líder revolucionário que faleceu em 25 de novembro. A lei - aprovada por unanimidade pelos mais de 600 legisladores - também proíbe construir estátuas em sua homenagem. As informações são da agência chinesa Xinhua.

Mais artigos...