Álbum que Lennon autografou pra seu assassino é posto à venda por US$ 1,5 milhão

Geral
Ferramentas
Estilo

NOVA YORK - EUA - O álbum que o cantor e compositor John Lennon autografou para seu assassino horas antes de morrer foi colocado à venda por um preço de US$ 1,5 milhão (R$ 4,7 milhões), segundo informou hoje (17) a empresa Moments in Time, que disponibilizou o item online. A informação é da EFE.A cópia do disco Double Fantasy foi assinada pelo ex-beatle cinco horas antes do assassinato, cometido por Mark David Chapman.

O músico morreu em dezembro de 1980, ao ser atingido por tiros de Chapman, um fã que o esperava na entrada do Edifício Dakota, onde Lennon vivia com Yoko Ono, próximo ao Central Park, em Nova York. O álbum foi localizado por um homem em um jardim do edifício, após os disparos, segundo detalhou o vendedor.

A foto da capa do disco mostra John e Yoko se beijando, com o autógrafo de Lennon no pescoço dela. O disco, com a impressões digitais do assassino, terminou em mãos das autoridades e se tornou uma das provas utilizadas para incriminar Chapman, que foi condenado a prisão perpétua.

Tempos depois, o exemplar foi devolvido à pessoa que o encontrou com uma nota de agradecimento, segundo lembrou a empresa responsável pela venda, especializada em autógrafos, fotos e documentos históricos. "Estamos encantados de voltar a colocar no mercado uma peça com tanto significado histórico", disse o porta-voz da Moments in Time, Bob Zafian.

Repórter: Da Agência EFE
Edição: Augusto Queiroz
Foto:

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar