Sol Pedras reforça importância da atitude empreendedora em palestra na Iguassu Decor

Eventos
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - O mais moderno e contemporâneo espaço de gastronomia de Foz do Iguaçu, o Soho Resto & Lounge Bar, ambiente ricamente planejado pela arquiteta Luciana Zamecki na Iguassu Decor, a maior Mostra de Arquitetura, Decoração e Paisagismo da Tríplice Fronteira, foi palco para mais uma palestra do casal Celso e Mariangela Lückmann, empresários empreendedores do ramo de rochas ornamentais.

Tendo como tema a importância da atitude empreendedora e inovadora para o sucesso em qualquer ramo de negócios, Celso e Mariangela falaram na noite desta quarta-feira (30) para uma atenta plateia de acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo de uma faculdade iguaçuense, contando para a cadeira de empreendedorismo do curso.

A palestra do casal iniciou contando como o destino e a atitude empreendedora foram determinantes para hoje estarem em Foz do Iguaçu. A trajetória de vida de ambos não previa uma estada superior a três anos na fronteira e em 2016 completou 21.

Outro assunto, que encanta e desperta o total interesse de quem escuta o casal falar, é o inovador Programa Resíduo Zero, desenvolvido por eles e implantado de forma pioneira na Sol Pedras, empresa especializada em rochas ornamentais, de propriedade dos arrojados empresários, que garante um rígido controle desde o processo de extração (das rochas oriundas de suas mineradoras)  até a reutilização de cada resíduo produzido durante a cadeia de transformação das rochas.

A Sol Pedras conseguiu, com o Programa Resíduo Zero, reutilizar cada fragmento de rocha, até mesmo o pó resultante do processo de corte das pedras, que escoa junto com a água que resfria a rocha e a serra atingindo literalmente o índice zero de desperdício. Considerando que a média, em todas as empresas do setor, gira em torno de 20% de resíduo, os resultados são promissores.

Celso ressaltou durante a palestra, que o comportamento empreendedor, de buscar novas soluções não somente para novos problemas, mas para problemas já conhecidos, pode e deve ser aplicada a toda a atividade, desde a transformação de rochas, até mesmo em um escritório. Mariangela frisou a importância de se modernizar determinadas legislações ambientais que, ao invés de promoverem a efetiva proteção do meio ambiente, fazem justamente o contrário, criando entraves burocráticos inimagináveis, e que causam incompreensível impacto ao planeta, como ocorre no caso da extração de rochas no Brasil.

Os acadêmicos demonstraram grande interesse no assunto e participaram ativamente com muitas perguntas, demonstrando alto grau de atenção e sede de conhecimento.

Fotos: Enio Jorge Job

 

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar