Natal sustentável: Papai Noel troca renas por Twizy elétrico

Comportamento
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - As chegadas inusitadas do Papai Noel já viraram tradição na Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida, no Porto Meira. Em outros natais, o bom velhinho já chegou de jipe e, pasmem, paramotor. Desta vez, a chegada foi sustentável: ele apareceu de Twizy, um dos veículos da família elétrica da Itaipu. As crianças adoraram. A entidade foi uma das beneficiadas pela Campanha Adote Uma Estrelinha Neste Natal, coordenada pelo Programa Força Voluntária. Os presentes foram comprados com o dinheiro doado pelos colegas da Itaipu.

“Todos os anos as crianças ficam curiosas sobre como o Papai Noel vai chegar”, conta a colega Clerione Raquel Rocha, da Divisão de Controle de Custos e Patrimônio, uma das voluntárias presentes no local. “A chegada é o momento mais emocionante, mais até que a entrega dos brinquedos."

No total, 395 crianças – 300 da Creche Mãe Maria e 95 do Caia Porto Meira – receberam os presentes. A festa foi organizada pela mãe, Vera, e a irmã, Michele, da colega Viviane Aparecida da Silva. Elas arrecadaram o valor para comprar os comes e bebes e, com o que sobrou, compraram material de limpeza para doar à entidade.

É o quinto ano que Clerione, Viviane e a colega Franciele Tonelli, da Divisão de Contabilidade Geral fazem a entrega juntos. A cada entrega, elas chamam mais colegas para ir juntos. Também participaram Vera Lucia Mello, Francisco Javier, Cristiano Bublitz e o jovem do PIIT Marcelo da Silva, e, claro, o Papai Noel Marlon Rodrigues, da Divisão de Análise Contábil.


 “A gente sai renovada de lá. Os abraços que recebemos são carregados de carinho”, conta Clerione. “Para as crianças, mais importante que os presentes são a atenção e o carinho que recebem. É uma comunidade muito pobre, o Natal é o único momento de fartura na vida delas."

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar