Mobilização em defesa da Unila reúne comunidade em Foz do Iguaçu

Geral
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - O debate organizado pelo deputado Requião Filho (PMDB) na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu reuniu na noite de quinta-feira (17) centenas de pessoas, entre estudantes, professores, representantes da sociedade civil organizada e lideranças da região, que vieram manifestar seu apoio pela permanência das atividades da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) na cidade.

A audiência pública foi sugerida pela comunidade acadêmica ao deputado, após visita à Unila no mês passado, juntamente com o senador Roberto Requião (PMDB-PR), onde foram apresentadas as preocupações com a emenda aditiva à Medida Provisória 785/2017, então em trâmite no Congresso Nacional. A proposta pretendia transformar a Unila em Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR). Prontamente Requião Filho acenou pela realização do debate.

Esta semana, às vésperas da audiência, o deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR) retirou de pauta a referida emenda, na Câmara dos Deputados, em Brasília. “Após uma conversa com o reitor da Universidade, o deputado se comprometeu a retirar este projeto absurdo, mas nada impede que esse assunto volte e essa luta tem que ser nossa, de todos os paranaenses. Pode ter sido uma vitória momentânea, mas ele não deu garantias de que não retomará a proposta. Isso só nos motiva a demonstrar a força que tem esta instituição no campo educacional e no desenvolvimento social de toda região Oeste, para o Brasil e para a América Latina”, declarou Requião Filho.

Durante o evento Requião Filho enalteceu a importância do investimento público em educação e na proposta de integração com a América Latina, desenvolvida pela Universidade. Além do auditório da Câmara lotado, ao lado de fora, mais de duzentos estudantes acompanharam na rua a transmissão do evento por um telão, durante aproximadamente três horas. O evento também foi transmitido ao vivo pela internet, no canal do Youtube da TV da Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu.

Foto: Silvana Leal

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar