Marco das Três Fronteiras reabre visitação turística dia 21 de dezembro

Geral
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - Diante desta geografia única no planeta, que é o Marco das Três Fronteiras, onde dois rios e três países se unem, os visitantes ganharão a partir desta quarta-feira (21), às 16 horas, um marco revitalizado, além de novas e envolventes atrações turísticas. Algumas surpresas estão guardadas para este grande dia. O Marco das Três Fronteiras será um espaço com mais infraestrutura para celebrar a união do Brasil, da Argentina e do Paraguai, resgatando a história da região, fortemente relacionada às Missões Jesuíticas.

A estrutura irá agregar mais valor cultural ao destino turístico – um marco geográfico único no país que merece um projeto arrojado e envolvente. Por isso, o Grupo Cataratas dedica esforços para valorizar ainda mais esta localidade, que passará a ser referência para os moradores da região e turistas, fortalecendo sempre mais a cidade como um dos melhores destinos do país.

O diferencial do complexo é a valorização do local, que resgata aspectos históricos e culturais de nossa região. A nova atração turística é resultado de muita pesquisa, envolvimento de talentos profissionais, empresas, com suas áreas de conhecimento em engenharias, arquitetura, cultura, tecnologia, turismo e meio ambiente. Juntos estão constituindo um complexo turístico pioneiro e sem precedentes no Brasil.

Homenagem às Missões Jesuíticas

Paralelamente às edificações e obras de infraestrutura, o atrativo começou a receber as grandes intervenções da cenografia temática, que fará reproduções da arquitetura das reduções jesuíticas, povoados indígenas organizados por jesuítas no continente americano, durante os séculos 17 e 18. Homenagear as Missões Jesuíticas será uma forma de valorizar o local e a história da região.

Os jesuítas e os índios guaranis viveram nesta ampla extensão de terras, que hoje integra parte do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Neste território, eles construíram um bem-sucedido sistema social que integrou mais de cem mil pessoas. Das 30 reduções jesuíticas identificadas no Cone Sul, sete estão no leste do Paraguai e 14 no norte da Argentina, muito próximas à fronteira com Foz do Iguaçu. Tudo isso em um raio de 300 km.

As projeções da arquitetura cênica farão uma ambientação das Missões Jesuíticas nos principais pontos do atrativo, passando pela história do desbravador Cabeza de Vaca, primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu, uma Maravilha Mundial da Natureza; dos tratados internacionais delimitando as fronteiras dos três países; da fundação da cidade de Foz do Iguaçu; das referências das Três Fronteiras e do Marco das Três Fronteiras brasileiro. Serão utilizados recursos de entretenimento, tecnologia, educação e artes para envolver os visitantes nesta história.

Show de luzes e águas

Uma das novas atrações será o show de luzes e águas que será realizado por meio de um sofisticado sistema de iluminação. Imagens e vídeos serão projetados em uma grande cortina d'água a ser instalada no novo mirante de contemplação das Três Fronteiras. O espetáculo será uma verdadeira apresentação para despertar e mexer com os sentidos dos visitantes.

Restaurante Cabeza de Vaca

Um lugar para o visitante despertar os sentidos, com o cenário, a gastronomia, o clima, as companhias e a energia que emana dos rios, das fronteiras e da mata. Visitar o Cabeza de Vaca será mais uma forma de vivenciar sensações únicas nas Três Fronteiras. O estabelecimento terá capacidade para 180 pessoas e cerca de 500 metros quadrados, com área interna climatizada, temática e envolvente, e uma área externa com visão singular dos rios Iguaçu e Paraná. Toda a sua infraestrutura é integrada à natureza e à paisagem local. A sua arquitetura será envolvida com as Missões Jesuíticas.

Parque infantil

As crianças serão presenteadas com um parque infantil. O serviço proporcionará ainda mais entretenimento às famílias que visitarem o atrativo. Os brinquedos devem estimular atividades físicas e motoras, permitindo também a interação entre as crianças de diferentes lugares do Brasil e do mundo.

Investimento

O Grupo Cataratas é uma empresa privada, responsável pelo investimento, gestão e operação do atrativo. A companhia venceu a concessão pública, junto ao poder público municipal, para implantar uma infraestrutura turística com conforto, qualidade e atratividade aos turistas e moradores. O projeto completo do Complexo Turístico Marco das Três Fronteiras está próximo de concluir a segunda fase de revitalização, o que vai garantir e despertar diferentes sentidos nos visitantes.

Serão investidos mais de R$ 27 milhões para concluir todo o Complexo Turístico Marco das Três Fronteiras. O atrativo sinalizará um novo momento ao turismo de Foz do Iguaçu e à cultura da região.  O período da concessão é de 15 anos. O atrativo está localizado no bairro Porto Meira, a cerca de 14 quilômetros do centro de Foz do Iguaçu. A revitalização do espaço ajudará também no desenvolvimento dessa importante região do município, que já abriga outro ponto turístico, a Ponte Tancredo Neves, ligando Brasil e Argentina.

Imagem: Divulgação

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar