Mesmo com a retirada de emenda, Requião Filho mantém audiência pública em Foz

Política
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - Após tomar conhecimento de que o deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR) retirou na Câmara dos Deputados, em Brasília, a emenda aditiva à Medida Provisória 785/2017, que pretendia transformar a Unila em Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR), o deputado estadual Requião Filho (PMDB) garantiu a realização do debate com a comunidade programado para esta quinta-feira (17), às 19 horas, na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu.

“Parece que o deputado federal Sérgio Souza se comprometeu, após uma conversa com o reitor da Universidade, a retirar a emenda que pedia a extinção da Unila da Medida Provisória. Mas nada impede que esse assunto volte e essa luta tem que ser nossa, de todos os paranaenses”, declarou.

O deputado enalteceu a importância do investimento público em educação e na proposta de integração com a América Latina, desenvolvida pela Universidade. “Investimento na formação de jovens deve ser tratado com muito carinho e responsabilidade. Se eles querem uma instituição que forme nossos alunos do Oeste para o agronegócio, que também é muito importante, terão nosso apoio. Mas não tem sentido extinguir um projeto tão sólido quanto a Unila, para criar outro. Não queremos subtrair e sim somar”.

A iniciativa de Requião Filho, em promover a audiência pública em Foz do Iguaçu, recebeu elogios dos deputados Rasca Rodrigues (PV), Tadeu Veneri (PT), Professor Lemos (PT), Hussein Bakri (PSD) e Marcio Pacheco (PPL), em Plenário, durante sessão realizada na terça-feira (15), na Assembleia Legislativa do Paraná.

A Unila – Universidade Federal da Integração Latino-Americana foi criada em 2010 pelo Governo Federal com o objetivo de desenvolver a região e promover um intercâmbio cultural, científico e educacional com os países da América Latina. É uma universidade bilíngue (português e espanhol), onde também são falados o guarani, o quéchua e o aymara, entre outras línguas originárias. É frequentada por mais de 3.500 estudantes de 20 países, matriculados nos 29 cursos oferecidos pela instituição, em áreas de interesse comum, sempre com foco para o intercâmbio cultural e o desenvolvimento e integração regionais.

Foto: Pedro de Oliveira/Alep

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar