Suplentes substituem vereadores presos na Câmara de Foz e sessão é remarcada

Política
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU – PR - A Sessão ordinária desta terça-feira (20) empossou os suplentes eleitos em 2012, em substituição aos vereadores que foram presos na 5ª fase da Operação Pecúlio, denominada de Operação Nipoti. Após empossados os suplentes, a sessão foi aberta e remarcada para quarta-feira (21), às 9 horas, para que os suplentes possam ter total conhecimento da pauta em discussão.

Tanto a sessão ordinária como as duas extraordinárias agendadas para esta terça (20) ficaram para quarta (21).  Os vereadores não recebem por sessão extraordinária. Portanto, os que tomaram posse deverão receber pouco mais de R$ 1.000,00.

Foram empossados os suplentes: Adão da Silva, no lugar de Luiz Queiroga; Dr. Celso Fagundes, no lugar de Rudinei de Moura; Eliseu Moura, no lugar de Darci DRM; Admilson Galhardo, no lugar de Paulo Rocha; Ines da Saúde, no lugar de Fernando Duso; João Miranda, no lugar de Anice Gazzaoui; Loiri José Dalla Corte - Loli, no lugar de Marino Garcia; Ivan Taffa, no lugar de Edílio Dall ´Agnol; Valdir de Souza Maninho, no lugar de Hermógenes de Oliveira e Velci Garcia, no lugar de Paulo Cesar Queiroz – Coquinho.

A sessão foi conduzida pelo primeiro vice-presidente da Câmara, Beni Rodrigues (que cumpridos os cinco dias da prisão temporária foi solto pela Justiça), teve como Secretário Ad Hoc o Vereador Nilton Bobato e também contou com a presença do Vereador Dilto Vitorassi. O vereador Zé Carlos (PMN), que também estava sob prisão temporária, foi liberado pela Justiça e já reassumiu suas funções parlamentares. A sessão foi tensa, com a presença de muitos populares portando cartazes e faixas tendo escrito em letras garrafais a palavra "VERGONHA".

Os parlamentares retornam para as sessões desta quarta-feira, a partir das 9 horas. Dentre as pautas das sessões extraordinárias agendadas estão o Projeto que trata do Código Tributário e o PL que versa sobre o orçamento do município para 2017.

Fotos: CMFI | Rádio Cultura

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar