UNILA recebe recursos da Finep para ampliar estrutura de pesquisa em Energia, Meio Ambiente e Biotecnologia

Educação
Ferramentas
Estilo

FOZ DO IGUAÇU - PR - A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) foi contemplada, por meio de um edital da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), com recursos da ordem de R$ 476 mil, que serão utilizados para a aquisição de equipamentos e ampliação da estrutura de pesquisa nas áreas de Energia, Meio Ambiente e Biotecnologia.

O projeto selecionado foi elaborado por um grupo formado por 20 pesquisadores – incluindo professores dos cursos de Química, Engenharias e Biologia da UNILA e três professores da UTFPR de Londrina, Pato Branco e Ponta Grossa. A coordenadora do grupo, professora Caroline Gonçalves, explica que a verba será utilizada para a aquisição de dois equipamentos de médio e grande porte, sendo um deles um Espectrofotômetro de Absorção Atômica, que permite a determinação qualitativa de metais em diferentes materiais.

De acordo com Caroline, a aquisição dos equipamentos possibilitará à UNILA ampliar suas oportunidades de firmar convênios e acordos de cooperação com outras instituições de ensino e pesquisa. "Nós já temos um campo de equipamentos muito bom, e estamos conseguindo reforçá-lo. Estamos caminhando para um parque de equipamentos de primeiro mundo", comemora.

Para a professora, os ganhos para a Universidade vão muito além da possibilidade de realizar pesquisas mais avançadas. "Uma pós-graduação forte impacta positivamente também na graduação, pois os estudantes poderão ter contato com equipamentos de ponta, com pesquisadores, com estudantes de pós-graduação, além dos eventos que começaremos a trazer para cá", acrescenta.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UNILA, Dinaldo Sepúlveda Almendra Filho, também considera esta uma vitória para a Universidade, pois é a primeira vez que a UNILA é contemplada por um edital da Finep. "Trata-se de uma quantia vultosa, que nos possibilitará adquirir equipamentos de ponta e permitirá à UNILA entrar no circuito de universidades que realizam pesquisas bastante avançadas", avalia. "Já temos um corpo docente de excelência, e estamos avançando também em tecnologia", complementa.

Dentro da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, existe um setor específico para prestar esse apoio aos pesquisadores, a Divisão de Fomento. Conforme observa o pró-reitor, a equipe monitora constantemente as oportunidades abertas por editais da Finep e de outras instituições de fomento. "A equipe é capacitada para prestar todo o auxílio necessário aos professores pesquisadores e grupos de pesquisa, para que possam apresentar projetos consistentes e captar recursos que ajudem a alavancar a Universidade", acrescenta, lembrando, também, que este tipo de aquisição reforça o compromisso da UNILA com a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.

Reportagem: Imprensa Unila
Foto: Imprensa Unila / Divulgação

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar