Cada cidade tem o Catuaí que merece

Estilo

O que difere tanto Foz do Iguaçu de Cascavel? Embora ambas as cidades estejam localizadas no oeste do Paraná, há gritantes diferenças que as colocam em posições diametralmente opostas. Foz do Iguaçu tem um prefeito com problemas administrativos e dificuldades para resolver problemas na área da saúde pública. Cascavel tem um prefeito que é o problema da cidade, realizando uma obra megalomaníaca que, alega, deixará um legado para as gerações futuras.

Foz, com todas as dificuldades, está um verdadeiro canteiro de obras a céu aberto, com inúmeras melhorias sendo realizadas na infraestrutura do município, em especial a viária, repaginando totalmente o urbanismo da cidade, e tudo sem endividar Foz do Iguaçu pelas próximas duas ou três décadas. Cascavel só tem obras sendo realizadas pelos compadres de Edgar Bueno. A obra do aeroporto, tocada pela Onça, a do BID por dezenas de empresas dos mais chegados. A internet pública, que é uma piada nacional, na mão dos amigos. O lixo... Ah, o lixo nem se fala. Edgar Bueno quer dar de presente à concessionária uma renovação por vinte anos, milionária. Diz ele, para defender a cidade dos pré-candidatos que querem tirar proveito financeiro da negociação. Tem gente que acredita em Saci Pererê, Papai Noel, ex-gay e título do Grêmio, porque não acreditariam nessa história. Mas, quem não lembra do vídeo da época da eleição, onde Bueno aparece em um jantar para 1.000 pessoas, entre funcionários e familiares de funcionários da concessionária, dizendo claramente que eles só tinham seus empregos porque ele [Bueno] garantiu a licitação? Fosse Bueno do PT, e o caso teria uma mega repercussão. Mas, ele é do PDT, apoiado pelo PSDB, então, está tudo bem. As diferenças não param por aí, mas o espaço é curto, então vamos à principal...

Porque em Cascavel temos as obras do Shopping Catuaí paradas e em Foz ontem foi a entrega oficial dos espaços aos lojistas e a inauguração até data já tem marcada? Porque na Fazenda Iluminada que é Cascavel, um grupo de compadres, a maioria do agronegócio, manda na cidade, com o aval e apoio da prefeitura, comandada por Bueno. Lá, só se instala e abre negócios, quem não vai competir com os donos do mercado. Todo o tipo de manobra para impedir a instalação de empresas que possam concorrer com os espertalhões pioneiros do município, sempre foi e sempre será feita. Já em Foz, não há como segurar o progresso, não há como impedir o crescimento da economia, pois se um grupo de empresários que só pensam no próprio umbigo tentarem criar uma reserva de mercado, correm o risco de ter o concorrente instalado do outro lado da Ponte da Amizade ou da Ponte Tancredo Neves.

Que venha o Catuaí, que gere muitos empregos, que impulsione a indústria sem chaminé do turismo da fronteira, enquanto torcemos para que os cascavelenses abram os olhos e se mobilizem para garantir o progresso da cidade nas mãos de muitos e não sempre dos mesmos.

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar