Sesau realiza capacitação sobre combate ao Aedes aegypti

Comportamento
Ferramentas
Estilo

Cascavel - PR - A Secretaria de Saúde realiza, nesta terça-feira (26), uma capacitação sobre ações das equipes de saúde, da Atenção Básica, para o combate ao Aedes aegypti. Na ocasião, são repassadas as alterações na Portaria nº 2.488 de 12 de outubro de 2011, por meio da Portaria nº 2.121 e 18 de dezembro de 2015. Participam do encontro, no auditório da Prefeitura de Cascavel, agentes comunitários de saúde, enfermeiros, coordenadores das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e USFs (Unidades de Saúde da Família).

Ainda neste mês, agentes comunitários de saúde e agentes de endemias iniciarão as atividades de visitas em residências e imóveis comerciais. Estes servidores realizarão vistorias, repassarão orientações à população e farão o acompanhamento do morador na remoção dos criadouros do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com o secretário de Saúde, Reginaldo Andrade, com o estado de emergência em saúde pública, decretado pelo Ministério da Saúde, outras ações serão desenvolvidas, como a contratação de 30 agentes de endemias. “A contratação será em caráter temporário, por 89 dias, com parte do recurso financeiro de R$ 400 mil, repassados pela Secretaria de Estado da Saúde. Este recurso também será utilizado para campanhas educativas voltadas à população”.

Além das ações desenvolvidas pelo Município, a participação da população no combate ao mosquito é fundamental. O mosquito Aedes aegypti pode transmitir além da dengue, a chikungunya e o Zika Vírus, doenças que podem deixar sequelas neurológicas, causar microcefalias em bebês; em alguns casos, pode levar o paciente a óbito.

Assessoria - Foto: Sesau

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar