Mais 10 mandados em Cascavel

Segurança
Ferramentas
Estilo

Cascavel - PR - A força-tarefa que investiga os ataques a ônibus em Cascavel, realizaram ontem uma operação especial e cumpriram dez mandados de busca e apreensão. A ação foi desencadeada em seis bairros, justamente onde quatro ônibus e um veículo particular foram incendiados na segunda-feira, 28. Segundo a polícia, o objetivo é rastrear possíveis comunicações entre os envolvidos nos ataques, o que pode levar à prisão de novos suspeitos. Até quarta-feira (30), sete pessoas haviam sido presas, entre elas o mandante dos crimes.

A operação contou com cerca de 70 policiais do Centro de Operação Policiais Especiais (Cope) de Curitiba e da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) que participaram da ação. As equipes se dividiram em cinco bairros: Alto Alegre, Santa Cruz, Universitário, Paulo Godoy e Pioneiros Catarinenses, todos na região oeste da cidade, onde se concentraram os incêndios.

Na ação desencadeada ontem, foram apreendidos celulares, tablets e computadores, com o objetivo de rastrear possíveis comunicações entre os envolvidos nos ataques, o que pode levar à prisão de novos suspeitos.

Cristofer William Santos Lopes, de 19 anos, foi preso no bairro Santa Cruz por ter ameaçado os policiais durante a operação. Na residência, onde o mesmo foi abordado, foram encontrados uma moto e dois galões com restos de gasolina. Segundo a polícia, os objetos e a moto podem ter sido usados para cometer os crimes. O suspeito tem passagem pela polícia por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e incêndio.

Da redação com assessoria - Foto: CGN

 

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar