Após um ano de investigação, Polícia de Cascavel desmantela quadrilha de traficantes

Segurança
Ferramentas
Estilo

CASCAVEL - PR - Um trabalho de mais de um ano da Polícia Civil de Cascavel pôs fim a uma quadrilha de traficantes da região, que movimentava cerca de R$ 60 mil por mês e uma quantidade de 300 quilos de maconha. Dez pessoas foram presas, além de 14 mandados de prisão cumpridos nesta quinta-feira (20) durante a “Operação Motor de Popa II”.

A ação, que contou com o apoio do efetivo da Denarc (Divisão de Narcóticos), Delegacia de Homicídios de Cascavel, da delegacia de Marechal Cândido Rondon e de Imbituva, em Santa Catarina, começou a ser desenvolvida ainda no ano passado.

Em outubro de 2015, a Operação Motor de Popa I levou à prisão de nove pessoas que praticavam furtos e roubos de barcos e motor de popa, que eram trocados por drogas ilícitas distribuídas na região de Cascavel e em outros estados.

“As diligências continuaram para a elucidação total do caso, quando foi apurado que aquela quadrilha ainda possuía ramificações na cidade, culminando com a identificação de seus integrantes, pontos de venda de drogas e a logística para o tráfico”, explicou o delegado titular da 15.ª Subdivisão Policial de Cascavel, Adriano Chohf

Trinta e quatro policiais atuaram na operação desta terça-feira (20) cumprindo os mandados em residências, estabelecimentos comerciais, além de dois mandados no Setor de Carceragem Provisória (Secat) de Cascavel e um no Secat de Imbituva-SC.

Nove dos investigados foram presos, além de outra pessoa em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo. Jhoner Campolim Mello é considerado foragido. Foram apreendidos dinheiro, balança de precisão, material explosivo e armas (como revólveres e espingarda).

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar