Por causa da violência, turismo no Rio perde R$ 320 milhões em 4 meses

Economia
Ferramentas
Estilo

RIO DE JANEIRO - RJ - O turismo no estado do Rio de Janeiro perdeu R$ 320 milhões em receitas nos quatro primeiros meses deste ano, devido à criminalidade. O dado faz parte de um estudo divulgado hoje (10) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com estimativa da CNC, para cada aumento de 10% na criminalidade, a receita bruta das empresas que compõem a atividade turística do estado recua, em média, 1,8%. Essa perda equivale ao faturamento de 4,5 dias do turismo local. Entre as atividades que mais perderam estão os bares e restaurantes (R$ 167,2 milhões), transportes, agências de viagens e locadoras de veículos (R$ 105,5 milhões). Os hotéis, pousadas e similares perderam R$ 47,8 milhões) e as atividades culturais e de lazer, R$ 7,2 milhões.

Outras perdas

Segundo a CNC, outros R$ 390 milhões foram perdidos devido ao desemprego, o aumento dos gastos dos brasileiros com viagens ao exterior, a escassez de crédito e a alta base comparativa com a geração de receitas provocadas pelos Jogos Olímpicos de 2016

Na comparação com janeiro a abril de 2016, a queda das receitas do setor chegou a 7,9%, ou seja, R$ 768,5 milhões no total.
Fonte: Agência Brasil
Reportagem: Vitor Abdala
Edição: Fernando Fraga
Foto: Ricardo Stuckert / Fotos Publicas

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar