SÃO PAULO - SP - As lojas do comércio varejista da cidade de São Paulo registraram crescimento médio de 2,9% nas vendas efetuadas no primeira quinzena de agosto em comparação com o mesmo período de 2016. Os negócios pagos à vista aumentaram 2,4% e as compras parceladas, 3,4%, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Leia mais...

RIO DE JANEIRO - RJ - O volume de vendas no comércio varejista cresceu 1,2% na passagem de maio para junho. Já a receita nominal teve expansão de 0,8%. Em ambos indicadores, o setor apresentou a terceira alta consecutiva neste tipo de comparação temporal. Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) foram divulgados hoje (15), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia mais...

SÃO PAULO - SP - A confiança do consumidor cresceu dois pontos em julho, atingindo 41,4 pontos, ante 39,4 de junho. Os dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e foram divulgados hoje (16) em São Paulo. A escala do indicador varia de zero a 100.

Leia mais...

RIO DE JANEIRO -  RJ - A Petrobras iniciou a fase não vinculante do processo de venda de seus ativos no Paraguai. Segundo nota da estatal, encaminhada hoje (14) ao mercado, “nesta etapa do projeto serão enviados aos interessados habilitados na fase anterior o memorando descritivo com informações sobre os ativos e as instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes”.

Leia mais...

BRASÍLIA - DF - O mercado financeiro aumentou pela quarta semana seguida a projeção para a inflação este ano, após o aumento da tributação sobre combustíveis. Desta vez, a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 3,45% para 3,5%. A estimativa consta do boletim Focus, uma publicação divulgada no site do Banco Central (BC) todas as semanas, com projeções para os principais indicadores econômicos.

Leia mais...

BRASÍLIA - DF - O presidente Michel Temer e os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, terão hoje (14) a reunião final para definir em quanto vai aumentar a meta de déficit primário para este ano e para 2018. Em nota conjunta enviada na última quinta-feira (10), as duas pastas informaram que qualquer decisão será anunciada imediatamente depois de tomada.

Leia mais...

Mais artigos...