Você está aqui Geral Goleiro da Chapecoense sai da UTI após operação em São Paulo

Geral
Ferramentas
Estilo

SÃO PAULO - BR - O goleiro da Chapecoense, Jackson Follmann, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no dia 29 de novembro na Colômbia, recebeu alta hoje (14) da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi transferido para a Unidade Semi-Intensiva do Hospital Albert Einstein.

Ali, passou por uma correção cirúrgica de uma fratura, com fixação da segunda vértebra cervical.

Segundo o boletim médico do hospital divulgado há pouco, ele está em bom estado clínico, consciente, sem problemas motores e sem febre.

O atleta, que teve parte da perna direita amputada, estava internado na Colômbia e chegou a São Paulo na madrugada de ontem. Ele foi o primeiro brasileiro sobrevivente do acidente a voltar ao país.

No acidente com o avião, que levava a equipe da Chapecoense para Medellín para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, 71 pessoas morreram, entre atletas, membros do clube, tripulantes e jornalistas. Entre os seis sobreviventes, quatro são brasileiros e dois bolivianos.

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil - Foto Divulgação

 

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar