Boca Maldita - 31 de Outubro de 2016

Estilo

Compra de votos

O material apreendido na casa do empreiteiro Fernando Bijari vai colocar a deputada Claudia Pereira frente à frente com a dona Justa. O material, pra lá de explosivo, mostra santinhos da deputada anexados a vale-combustíveis. A PF fotografou tudo e anexou no inquérito. Com isso aí, mais a história do mamóvel, a nossa deputada pode ficar em maus lençóis. 


Imagens destruídas

Roubaram e destruíram imagens de santos na Paróquia do Parque Presidente. O que será que esses “craquentos” vão fazer com essas estátuas? Será que depois do cobre passaram a roubar gesso? Ou será que não passa de uma ação dos intolerantes religiosos, que se acham donos da vontade de Deus, e interpretam a Bíblia como querem para depois querer "enfiar goela abaixo" dos demais aquilo que acreditam?


Hotel vendido

O outrora todo-poderoso Erminio Gatti vendeu seu hotel (Carimã) para o grupo ligado ao Recanto/Continental Inn. Gatti está de malas e cuia prontas para se mudar para São Paulo, de onde nunca deveria ter saído. A imagem é dos áureos tempos do Carimã, antes do seu proprietário, citado como "notório empresário" pelos diversos advogados que o defendem em dezenas de ações, ter se envolvido com o escândalo da Copel e as reiteradas ações da Receita Federal pelo não recolhimento de impostos.


Guerra a vista

A prefeita Ivone Barolfaldi está se preparando para uma guerra com a Câmara de Vereadores. Os ânimos entre os dois poderes azedaram de vez com o veto ao aumento dos subsídios dos vereadores. Ivone garante que está bem resguardada e relembra o velho ditado romano: Si vis pacem, para bellum. Se queres paz, prepara-te para a guerra. 


Rabo entre as pernas

Pessoal que apostou todas as fichas na eleição de Ney Leprevost (PSD) em Curitiba, saiu com o rabo entre as pernas. O “velho” Rafael Greca venceu a eleição no segundo turno, apesar das sucessivas mancadas. Claro que contou como uma importante "mãozinha" do governador tucano, Beto Richa.


Frases polêmicas do prefeito eleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil:

“Não comprei ninguém, não comprei partido, não lambi saco de cacique. Enfim, eu não fiz nada que esses caras fazem aí”

“Vamos parar de falar de Fernando Pimentel. Que Fernando Pimentel? Manda ele (Pimentel) pro inferno. Não vamos falar de Aécio, manda ele pro inferno. Vamos falar de metrô”

“Se me vir com uma mulher feia, separa que é briga (…) Essa taça é muito melhor que mulher, até porque ela acorda calada. E mulher nunca acorda calada”

“Eles pensam que você é idiota, de que alguém é capaz de preferir dormir com uma lata do que com uma mulher. Por que eles não vão atrás da minha mulher e da minha ex-mulher? Fui criado de um jeito que não podia falar palavrão na frente da minha irmã e podia falar à vontade na frente do meu pai”

“E gosto de bar, de uísque, disso que eu gosto. Não me chamam para igreja, não, porque é um saco ir para a igreja rezar. O pastor fala: 'Vem cá, minha igreja é espetacular’. E ainda vai me tomar 10%”

“Eu tenho Deus no coração e não uso Deus em politicagem. Não tenho idade para ir em bar e botequim, aquilo foi apenas uma brincadeira. Sou um cara bem-humorado e alegre. E as mulheres inteligentes vão saber que foi apenas uma brincadeira”

“Que bobagem, uma babaca feia pra caralho chamando um atleta de macaco. Puta que pariu, como ela é feia!”


Só rindo, mesmo...

Gaúcho e mineiro

O gaúcho chega pro mineiro e diz:
- Mas bah, tchê. Eu nasci em pelotas, e tu?
- Eu nasci interim, de uma vez só.

Joãozinho e o fazendeiro

O fazendeiro chega na beira do rio com sua criação de gado e pergunta ao menino que estava pescando:
- Este rio é fundo, menino?
O garoto responde:
- Sei não, mas a criação do meu pai passa sempre aí com a água no peito. 
O fazendeiro, então, manda o gado atravessar o rio, mas lá pela metade todas as vacas se afogam. 
Desesperado, o fazendeiro grita:
- O seu pai cria o que mesmo, seu piá de m...?
- Pato.

Leprevost passa mal

Logo que anunciado o resultado das eleições, Ney Leprevost teve um mal estar.
Chamaram o médico para lhe atender, e durante o exame, Ney desmaiou.
A imprensa, preocupada, perguntou ao médico o que havia ocorrido, e este respondeu:
"Não sei ao certo. Quando lhe falei para dizer 33, ele desmaiou"...

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar