Boca Maldita - 24 de Outubro de 2016

Estilo

Reni preocupado com a CP

Ao que tudo indica, o prefeito afastado Reni Pereira não confia mais nos vereadores. Seus advogados estão fazendo uso de todos os meios para protelar o andamento da Comissão Processante da Câmara que pode vir a cassar seu mandato. A última tacada dos advogados foi pedir a nulidade dos trabalhos, mas o pedido foi negado pelos vereadores, depois de ouvir a assessoria jurídica.


Protesto contra a passagem

Estudante ligados à UMEFI deverão fazer um grande protesto contra o aumento da passagem de R$ 3,20 para R$ 3,45. O protesto ainda não tem data marcada, mas a mobilização promete balançar as estruturas do Consórcio Sorriso, cujos proprietários estão sorrindo à toa depois que a prefeita Ivone concedeu o aumento, que teve o mesmo impacto de um soco no estômago da população.


Depoimento esclarecedor

Está sendo aguardado com muita ansiedade o depoimento do ex-diretor de Pavimentação da Prefeitura, Girnei Azevedo, na manhã desta terça-feira (25) na Câmara de Vereadores. A convocação partiu da CPI que apura os desdobramentos da Operação Pecúlio. Girnei é o mesmo que fez acordo de delação premiada e entregou para a Polícia Federal uma planilha contendo os nomes de nove vereadores. Será que tem alguma coisa a ver com o mensalinho?


Uma morte na ocupação

 

Um adolescente de 16 anos foi morto a facadas dentro de um colégio ocupado no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. O corpo do estudante foi encontrado no banheiro da escola. Lamentável sob todos os pontos de vista. O delegado Fabio Amaro, que já foi delegado em Foz, está cuidando do caso..


Som alto dá multa

A partir desta segunda-feira (24), os proprietários de veículos flagrados com som alto poderão ser multados, mesmo sem a medição dos decibéis produzidos. A resolução 624 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em Diário Oficial prevê que o agente fiscalizador registre a autuação nos casos em que o som seja audível pelo lado externo do veículo, independente de volume ou frequência, se estiver perturbando o sossego público.


Infração grave

Hoje, o uso de som alto é considerada uma infração grave, com multa de R$ 127,69 e 5 pontos na habilitação. A medida vem para corrigir as dificuldades operacionais da fiscalização, já que os agentes de trânsito dependiam de equipamentos de medição para aplicar a penalidade. Ferro nos bagunceiros que parecem surdos e ligam o som no último volume, sem o menor respeito pelo descanso do trabalhador, pela convalescença dos enfermos, ou pelo gosto musical incompatível com a m**** que o playboyzinho estiver ouvindo.


Tarado pega 1.503 anos de cadeia

 

A Justiça dos Estados Unidos sentenciou na última sexta-feira (21) Rene Lopez, um homem de 41 anos, a nada menos que 1.503 anos de prisão. O réu foi acusado de ter estuprado sua filha adolescente por diversas vezes em um período de quatro anos. O pedido de condenação partiu da procuradoria e foi aceito pelo juiz do caso, tornando-se a maior sentença já registrada pela Corte Superior da cidade de Fresno (Califórnia), onde o caso ocorreu. A foto é de um estuprador que atacou o enteado de dois aninhos e, na cadeia foi estuprado por vários dias por mais de vinte detentos. Essa é uma pena que deveria ser aplicada a todos os casos semelhantes.


Impressora pra delação do Cunha está pronta


Quem será o próximo?

Em Brasília, ninguém mais tem dúvida: Renan Calheiros será o próximo, pois será delatado por seu capanga, preso na sexta-feira passada.

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar