Boca Maldita - 20 de Outubro de 2016

Estilo

Cadê os deputados?

Tão logo o Eduardo Cunha foi preso, o Congresso esvaziou. Por que será? O que podemos esperar desse governo que tem medo até de espoletas e bombinhas? Aliás, já vinha sendo chantageado pelos corruptos que tomaram o país de assalto. Quem ainda acredita neles? Como fazer a economia crescer e gerar empregos? Se Deus é brasileiro, por favor, nos mostre uma saída.


A poderosa Acifi

A Associação Comercial decidiu repudiar o aumento do salário dos vereadores, prefeita e secretários. Com toda a razão a sociedade organizada levanta sua voz contra atos descabidos neste momento difícil. Aumentar o salário em 16% foi um tiro no próprio pé. Louvável o posicionamento da Acifi, mas não se pode dizer o mesmo em relação ao aumento da passagem de ônibus, para o qual a Acifi ficou muda e calada. Isso pode até ser compreensível, afinal, qualquer posicionamento contrário mexeria com os poderosos associados. Assim caminha a humanidade. Pimenta nos olhos dos outros é refresco.


Míopes 

O mesmo pode-se dizer do Observatório Social. Alguns de seus membros, senão todos, devem ser míopes ou caolhos. Não estamos defendendo vereadores, mas qualquer coisa que acontece na Câmara, eles abrem o berreiro. Quando se trata da Prefeitura ficam de bico fechado. Prova disso foram todas as denúncias da Operação Pecúlio, pelas quais eles passaram batidos, quando todo mundo sabia da roubalheira e das falcatruas que estavam ocorrendo no governo municipal. Será que isso deve ao fato de que temos entre seus membros empresários com interesse no "poder de contratação" da prefeitura?


Sinal dos tempos

Uma coisa ficou muito clara no dia 19 deste mês. Durante a inauguração do Supermercado Ítalo da Marechal Floriano teve uma bela apresentação, descerramento de fita, discursos empolgados, bênção do padre e muita pompa e circunstância. Para clientes e amigos que foram prestigiar o evento, uma dura realidade nestes tempos de vacas magras: não foi oferecido sequer um copo de água torneiral da Sanepar, ou um simples cafezinho. Sorte dos concorrentes que tem mais fino trato neste quesito com os clientes.


Maus momentos nas escolas

 

Uma dura realidade para os pais ao verem seus filhos tomando atitudes drásticas em relação ao destino da nossa educação, ocupando escolas e enfrentando a greve dos professores. Os Bocudos estavam se perguntando: Qual o exemplo que esses estudantes trarão para a nova geração? Democracia nos dá muitos direitos, mas também nos cobra atitudes que deveríamos exercer com toda a sabedoria, como é o caso do voto. É tudo muito fácil de resolver: basta não votar em político que não cumpra suas obrigações e promessas. No momento em que os políticos tiverem a certeza que a incompetência administrativa ou legislativa e que a falta de palavra os transformará em políticos de um único mandato, mudarão de atitude. Ou mudaremos todos os políticos por gente honesta e de palavra.


Marchinhas do carnaval 2017 canceladas

 

Motivos:

“Me dá um dinheiro aí”: ASSALTO
“O teu cabelo não nega mulata”: RACISMO
“Cabeleira do Zezé”: HOMOFIBIA
“Você pensa que cachaça é água”: ALCOÓLICOS ANÔNIMOS
“Bandeira branca”: TRÁFICO
“Máscara Negra”: BLACK BLOCKS
“Vou beijar-te agora”: ASSÉDIO
“A turma só me chama de palhaço”: BULLING
“Você tem que me dar seu coração”: CRIME PASSIONAL
“Segura, meu bem, a chupeta...”: PEDOFILIA
“Maria Sapatão”: APOLOGIA FELICIANA
“Índio quer apito, se não der o pau vai comer”: EXTORSÃO
“Cidade Maravilhosa”: CALÚNIA
“A Pipa do vovô não sobe mais”: BULLING COM OS IDOSOS

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar