Pókemon na Prefeitura

Não é história, só que ninguém quer arriscar nenhum palpite sobre o nome do Pókemon instalado no segundo andar do Paço Municipal, que aparece e desaparece, hora sim, hora não. Quem adivinhar o nome do graduado Pókemon, vai a ganhar a publicação de sua foto com o dito cujo, com destaque na Boca Maldita. Há quem garanta que é Pika, mas também há quem jura que é Chu...

Leia mais...

Campanha em Foz

A propaganda eleitoral começa nesta terça-feira (16), mas a maioria dos candidatos a prefeito não vai se mexer por enquanto. Primeiro precisa abrir conta, depositar dinheiro e fazer as coisas como manda a lei para não ter o registro cassado. O dinheiro está curto para todos, principalmente porque os candidatos não podem mais receber contribuição de pessoas jurídicas (empresas).

Leia mais...

Passa moleque

Esqueceram de mim. Isso aconteceu no PSB (partido do Reni), quando deixaram o pré-candidato a vereador Rosalvo, da RS Móveis, fora da lista de candidatos a vereador. É claro que ele ficou uma fera. A trapalhada, segundo o pré-candidato, foi proposital, uma vez que ele tinha reais condições de se eleger. Só que o barraco não ficou barato. O Rosalvo, que não tem sangue de barata, deixou algum correligionário com o olho roxo. Não ligue, não, Genérico, nesse partido tudo é possível.

Leia mais...

Herança maldita

A dívida deixada pelo ex-prefeito Reni Pereira já chega aos R$ 60 milhões, informou a vice-prefeita. A maior parte refere-se à saúde. Outra parcela é relativa a convênios com a União. Se não for paga, os repasses poderão ser suspensos e daí a vaca vai pro brejo. É por isso que Ivone Barofaldi precisa se virar mais que cachimbo em boca de nego.

Leia mais...

Mais artigos...