Visitas às Cataratas Argentinas estão suspensas

Seguridad
Ferramentas
Estilo

PUERTO IGUAZÚ - ARGENTINA - A visitação ao Parque Nacional Iguazú, que abriga as Cataratas argentinas, na fronteira com o Brasil, está suspensa desde às 16h de hoje, terça-feira (16). Segundo a concessionária que administra a reserva, uma equipe de guarda-parques e de pesquisadores está tentando capturar um puma visto na área do complexo turístico. Ainda não há previsão de quando as visitas serão retomadas, o que deve acontecer somente após a captura do animal considerado perigoso.

Uma vez capturado, o animal deverá receber uma coleira com um transmissor para que possa ser monitorado e ser solto em outra área da reserva, longe do centro de recepção e visitação de visitantes.

Não está definido quando a visitação será reaberta no lado argentino das Cataratas, que fechou às 16 horas de hoje, 16.

 

Informações oficiais dão conta de que nenhum incidente foi registrado pela presença do anima nas proximidades, disse Sérgio Árias, diretor do Parque, que a medida faz parte do protocolo de segurança em áreas protegidas. Desde que a unidade foi aberta à visitação, esta é a primeira vez que todos os passeios são suspensos.

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar