Maconha, 212 comprimidos de ecstasy, 666 pontos de LSD e R$ 2 mil em dinheiro são apreendidos

Polícia & Trânsito
Ferramentas
Estilo

CURITIBA - PR - Durante uma abordagem de rotina em Curitiba (PR), Capital do estado, policiais militares da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), subunidade do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), apreenderam um quilo de maconha, 212 comprimidos de ecstasy, 666 pontos de LSD, balanças de precisão e mais de R$ 2 mil em dinheiro. A ação aconteceu na quinta-feira (13/07) e um homem foi conduzido à delegacia.

Os policiais patrulhavam pelo bairro Boqueirão quando avistaram um carro Corsa com três pessoas no seu interior. O condutor, ao notar a presença da viatura, teria mostrado nervosismo e a equipe efetuou a abordagem, sendo encontrado no veículo 30 gramas de maconha. O motorista teria dito que havia mais droga na casa da sua avó, que fica no mesmo bairro, e em sua residência no Tatuquara.

No imóvel indicado a avó do suspeito autorizou que os policiais fizessem uma vistoria e foram apreendidos 510 gramas de maconha, 212 comprimidos de ecstasy e 666 pontos de LSD, além de duas balanças de precisão. Já na casa do homem a equipe localizou mais 490 gramas de maconha e R$ 2.020,00 em dinheiro. O homem, de 31 anos, foi levado, juntamente com as drogas, as balanças de precisão e o dinheiro, ao 7º Distrito Policial para os procedimentos necessários.

Reportagem: Macia Santos
Foto: Arquivo PMPR

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar