PF combate compartilhamento de pornografia infantil pela internet em SP

Polícia & Trânsito
Ferramentas
Estilo

SÃO PAULO - SP - A Polícia Federal deflagrou hoje, uma nova fase da operação Proteção Integral, para identificar suspeitos de distribuir arquivos contendo imagens pornográficas e de abuso sexual de crianças e adolescentes na internet. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão na grande São Paulo. Um homem foi preso em flagrante pela posse de material pornográfico contendo imagens de crianças e adolescentes.

Iniciadas em maio deste ano, as investigações apontaram um intenso compartilhamento de material ilícito por alguns usuários de internet, sendo que apenas um dos suspeitos realizou o download de 98.625 arquivos contendo cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo criança ou adolescente.

O material foi localizado na residência de um dos investigados e, por isso, ele foi preso em flagrante. No local, os policiais constataram que o preso é funcionário da Fundação Casa e agora a PF vai começar a investigar o conteúdo das imagens que ele possuía para verificar se, além do crime de compartilhamento e armazenamento de imagens pornográficas de menores pela internet, houve abusos contra os menores que são atendidos na unidade em que ele trabalha.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de posse e compartilhamento de imagens pornográficas contendo crianças e adolescentes, cujas penas podem chegar a dez anos de prisão.

Reportagem: PF Agência de Noticias
Foto: PF Banco de Fotos

 

Adicionar comentário

Os comentários não representam a opinião do Jornal/Portal do Iguassu, sendo de total responsabilidade de seus autores. Os usuários do Portal podem comentar os artigos e os comentários de outros usuários. Não há um limite preestabelecido de comentários por artigo, no entanto, os moderadores podem, a qualquer momento, encerrar os comentários, se um determinado artigo estiver causando discussão exagerada ou fora do assunto tema.
Palavra ofensivas, de baixo calão ou desrespeitosas, ocasionarão o bloqueio do IP do usuário. Usuários bloqueados, cujo acesso se der através de redes corporativas, provocarão o bloqueio de toda a rede, impedindo o acesso dos demais usuários. Uma vez bloqueado, o IP só será liberado após identificado o usuário que tiver infringido as regras de postagem.


Código de segurança
Atualizar